#SetembroAmarelo - Precisamos falar sobre isso / TUDO ATRASADO

Oi, tudo bem com vocês?

Eu sei que você é ocupado e tem muitas outras coisas para fazer, mas nesse momento tira um tempinho para ler o texto pois vamos conversar sobre uma campanha bem importante do mês de setembro.

Vamos falar sobre o Setembro Amarelo.

Para quem não sabe, no mês de setembro é organizado e divulgado a campanha de conscientização e prevenção do suicídio. Essa campanha tem como objetivo alertar a população brasileira sobre os índices de suicídio não somente do nosso país, mas do mundo em geral e suas formas de prevenção.


O Setembro Amarelo teve início no Brasil em 2014 e foi desenvolvido pelo  CVV (Centro de Valorização da Vida)CFM (Conselho Federal de Medicina) ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria).

Dia 10 de setembro é o dia mundial da prevenção ao suicídio.

32 brasileiros morrem por dia, vítimas do suicídio, esse número é maior do que mortes por AIDS e alguns tipos de câncer.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) 9 em cada 10 casos poderiam ter sido evitados ou prevenidos se a pessoa tivesse recebido a ajuda ou procurado algum tipo de auxílio. 


Em uma sala com 30 pessoas, 5 delas já pensaram em suicídio. 

A cada 40 segundos uma pessoa se mata no mundo, totalizando quase 1 milhão de pessoas todo ano.

Vários motivos podem levar alguém ao suicídio. Não é um motivo único, e sim um conjunto de situações. Pensar em suicídio faz parte da natureza humana.

Os homens normalmente se matam mais, embora as mulheres tentem mais vezes. Outro dado relevante é que homossexuais, bissexuais e transexuais tem índices maiores de suicídio. Essas tendencias estão ligadas a causas culturais e preconceitos sociais. 

Informações obtidas em: http://www.setembroamarelo.org.br/

Chega de dados e vamos conversar.
                                                                         
Pessoas morrem todos os dias por mais diversos motivos, sabemos disso e o suicídio é um deles e o que mais me incomoda é que poderia ser evitado ou prevenido na maioria das vezes.

Eu tenho um amigo que infelizmente fez uso do suicídio e hoje me pergunto se seria diferente se ele tivesse falado, exposto o que estava sentindo. Ele não era uma pessoa ignorante, era instruído, porem tinha problemas como todos nós temos, sofria pressão de uma sociedade torpe, cheia de regras e coisas que nos fazem muitas vezes questionar se vale a pena continuar aqui. Eu não pude ajuda-lo quando ele precisou, porque justamente, não falávamos sobre esse assunto.

O suicídio não é covardia, não é falta de consideração da pessoa por aqueles que a amam, não é para ser um tabu, precisamos falar sobre e parem de ter essa visão fechada sobre assuntos desse gênero. 

O slogan da campanha é “ FALAR É A MELHOR SOLUÇÃO” e isso é a verdade, falando, você põe para fora o que te sufoca, falando você exprime o que está sentindo, você chora, alivia o coração e organiza os pensamentos. 

Falar é a melhor solução, mas quando alguém for até você para falar, não o julgue, não dê sermão, não seja arrogante, apenas ouça, dê atenção, mostre importância, esteja à disposição, seja o ombro amigo, seja o companheiro, seja o confidente, seja o irmão, seja o amor que você gostaria de receber.

Agora eu falo diretamente para você, amigo que está lendo esse texto, que se por algum momento você pensou em cometer o suicídio, se você está se sentindo perdido, isolado, sem amigos, não vê motivo para continuar lutando e seguindo a sua jornada, saiba que estou aqui, a disposição para te ouvir, te peço para não desistir, te peço para tentar mais uma vez.
Não desista de tentar viver, a vida é muito importante e a sua é uma delas que deve ser mantida.

Se você não quiser falar, peço que acesse os canais disponibilizados pelo CVV através do site http://www.cvv.org.br/. Possuem voluntários 24 horas do dia dispostos a te ouvir.

FALAR É A MELHOR SOLUÇÃO!

Eu não vou pedir para que sigam o blog ou algo do tipo, mas vou pedir para que compartilhem a campanha, passem a mensagem a frente, façam a sua parte, estejam à disposição, queiram ouvir, olhe para o seu próximo como um igual, como um irmão querido que precisa de você.


Tudo pode mudar com uma simples pergunta:
Como vai você?

Divulgue!

#SETEMBROAMARELO
Se precisar de material para divulgação da campanha, ele é disponibilizado gratuitamente no site setembro amarelo (http://www.setembroamarelo.org.br/participe/)

No demais, o meu muito obrigado e abrace essa causa!






12 comentários

  1. Boa, Douglas!! Bem importante tocar nesse assunto. Cada vez mais as pessoas vêm discutindo o suicídio graças a séries, livros e filmes abordando o tema. Assim como a depressão, normalmente associada, é preciso alertar, esclarecer, e acabar com a ideia de que isso é sinal de fraqueza ou frescura.

    Abraços,
    Dani, do Blog Sabe o que é?
    http://sabeoque.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim!! Precisamos ter essa noção, cada vez mais surgem séries e livros que abordam o tema, que é muito importante e tem que ser tratado com a devida atenção e não ser posto de lado. Obrigado pelo comentário!!

      Excluir
  2. Douglas, de uns anos pra cá a gente tem visto mais esses meses "temáticos" e o alcance da internet ajuda muito na divulgação.
    Quando que a gente veria divulgação sobre o Setembro amarelo se não fosse pela net?
    Acho muito importante haver meios de pedir ajuda, ou mesmo de apenas saber que não se está sozinho, nem que é a única pessoa no mundo a passar pelo momento ruim. Penso que tanta morte assim é muito triste, especialmente quando pensamos na solidão extrema do momento da morte por suicídio... ninguém deveria passar por isso, né?
    beijossss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim!! Acho excelente esses meses temáticos com campanhas de conscientização para a população em geral. A internet auxilia e muito nesse quesito de divulgar. Ninguém deveria passar por isso, esse o motivo de compartilhar e abraçar a causa!! Obrigado pelo comentário!!

      Excluir
  3. Um assunto que merecia destaque em todos os meses do ano.
    Precisamos conversar cada vez mais e discutir sempre para aprendemos a identificar os sinais e a evitá-los =/

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, não somente esse assunto, mas tantos outros que são pouco divulgados por ainda serem considerados tabus. Obrigado pelo comentário!!

      Excluir
  4. Olá
    Eu estaria mentindo se dissesse que nunca considerei suicídio. Eu fui tratada de depressão. É algo que ainda luto contra e acho que vou lutar contra sempre. Realmente o que me fez desistir da ideia foi ter pessoas com quem conversar. Pessoas com quem me abrir e falar de todos esses medos e inseguranças. Essa sociedade doida em que vivemos acaba nos empurrando cada vez mais para um abismo perigoso de mais.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também já tive ideias suicidas ao longo desses 26 anos, porém digo o mesmo, tive com quem conversar. E sim a sociedade nos empurra para abismos enormes com suas formas de lidar com o ser humano e de impor certas coisas, isso acaba impactando em nossa vida e muitas vezes deixa marcas que nunca se curam, mas temos que ter força e acreditar no amanhã e não se calar. Obrigado pelo comentário. Abraços.

      Excluir
  5. ADOREI muito sua iniciativa precisamos de mias pessoas como você no mundo! Espero que setembro seja um sucesso! Adorei ainda mais eu blog é impossível não gostar, muito sucesso!
    www.prazernay.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, gratidão define!! Obrigado pelo comentário e pelo amor!! <3

      Excluir
  6. Olá, meu tio cometeu suicídio, e sinceramente acho muito difícil entender esta questão. E concordo q devemos falar mais sobre e buscar saber mais para prevenir. Oxalá a campanha chegue a muita gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim... eu tive um amigo que acabou cometendo suicídio também e sei o quão difícil foi para ele. Hoje tenho a instrução que preciso para poder auxiliar ele lá no outro plano, porém se não falamos sobre, não abrimos a porta para a conversa, por isso a importância do tema, tem que ser falado e discutido, pois ao nosso lado pode ter alguém precisando de ajuda e não sabe como se expressar e no momento que estamos receptivos a coisa flui.

      Excluir